Vicente Dutra - Paróquia Nossa Senhora dos Navegantes

Pároco: Padre Matias Kipper

Telefone: (55) 3737-1163

E-mail: vicentedutra@diocesefw.com.br


 

Em 1912 foram descobertas, por João do Prado, as águas minerais.

Sabendo da descoberta destas águas medicinais, muitas pessoas acorreram para o local da fonte. Mais tarde, trouxeram também suas famílias e surgiu o primeiro aglomerado de moradores.

Uns vieram cultivar, outros eram madeireiros, comerciantes, hoteleiros e outros vieram fazer tratamento de saúde. A prática religiosa era fervorosa e de muito respeito. As famílias reuniam-se para juntos rezar. Mais tarde outras famílias chegaram, aumentando o aglomerado.

Em 25 de janeiro de 1929, o Pe. Jesuíta chamado Pio Buck, veio de Palmeira das Missões rezar a la missa embaixo de uma árvore, nesse lugar.

Daí surgiu à necessidade de um lugar comum para o culto religioso. Foi então construída pela comunidade, uma capela com madeiras rústicas, tábuas serradas num estaleiro manual, no terreno doado pelo município de Irai, por volta de 1930 e foi inaugurado no dia 16 de fevereiro de 1932. Rezada então a la missa pelo Pe. Valentin Ferrari vindo de Palmeira das Missões. Nesse dia houve muitos batizados.

Como padroeira foi escolhida Nossa Semhora Dos Navegantes, porque a maioria eram balseiros, que levavam madeira pelo Rio Uruguai e corriam muito perigo pois só viajavam quando tinha enchente e a tinham como protetora. A imagem foi trazida de Santa Maria pelo Sr. João Bedatti e o companheiro que voltavam das balsas de caminhão.

Pertenceu a paróquia de Irai até 1953. A capela Nossa Senhora dos Navegantes continuou sendo atendida pelo padre José Borguett, primeiro vigário de Irai e depois padre Luiz Sponchiado, coadjutor de Irai, depois padre Victório Seráglio.

y passou a pertencer a Caiçara até

Em 1953, fundada a Paróquia de Caiçara, passou a pertencer a 1967, quando foi instalada a paróquia de Vicente Dutra.

A paróquia Nossa Senhora dos Navegantes, abrange o município de Vicente Dutra, menos a capela São Roque, de Laranjeiras, que ainda pertence a paróquia de Caiçara.

A paróquia contem 15 capelas que são localizadas no interior do município: Em São Domingos: capela Nossa Senhora Aparecida; Em Forquilhas: capela São Judas Tadeu; Em Pinheiro “A”: capela Nossa Senhora Medianeira; Em Pinheiro “B”: capela São Pedro; Em Intendência: Capela Nossa Senhora de Fátima; Em Taipas: capela São Sebastião; Em Pão de Açúcar: capela Nossa Senhora da Salete; Em Mato Queimado: capela São Pedro; Em Ferminão: capela Santo Isidoro; Em Nascente do Prado: capela São João Bosco; Em Boa Esperança: capela São Tomas de Aquino; Em Cinamomo: capela Divino Espirito Santo; Em Porto Mondai: capela São Geraldo; Em Barra do Iracema: capela Santa Luzia; Em Caminhão: capela Santa Terezinha. E também duas capelas urbanas, uma no bairro jateí e outra no bairro Figueiras.

Nestes 48 anos de existência muitos padres exercerem seu ministério e ajudaram na evangelização de nossa comunidade.

Enquanto capela: Padre Pio Bukc-Missionário jesuíta Padre Valentin Ferrari Padre Victor Batistella Padre José Borgert (primeiro vigário da paróquia de Irai); Padre Luiz Sponchiado Padre Vitório Serraglio Padre Orestes Trevisan (primeiro vigário de Caiçara); Padre Arlindo Rubert Padre Gervásio Busatto

Quando Paróquia: Padre Jerônimo Dalcin Padre José Marchesan Padre Guido Amadeu Lôndero Padre Gervásio Busatto Padre Augustine Mulangagnany Padre Hélio Luiz Welter Padre Vendelino Alcebiades Crestanello Padre Paulo Roberto Maglia Padre Inacio Stefani Tagliari (redentorista); Padre Romeu Reckziegel (redentorista); Padre Célio Cadona

Padre Gelson Natal Franceschi Padre Vendelino Alcebiades Crestanello Padre Claudir Miguel Zuchi Padre Clovis Matioski Padre Ivair Tonin Padre Tiago Wollmann, Padre Daniel Broglio e atualmente Pe. Matias Kipper


Cadastre-se e receba as Principais Notícias da Diocese no seu Email