Santa Sé tem relações diplomáticas com mais de 180 países

Nota Informativa sobre as relações diplomáticas da Santa Sé foi divulgada hoje, dia do encontro do Papa com os embaixadores

Da Redação, com Boletim da Santa Sé

relações diplomáticas da Santa Sé

Santa Sé mantém relações diplomáticas com 183 países, a União Europeia e a Ordem Soberana Militar de Malta / Foto: jumabufu by GettyImages

A Santa Sé mantém relações diplomáticas com 183 países, mais a União Europeia e a Ordem Soberana Militar de Malta. No total, são 88 as embaixadas com sede em Roma. O escritórios da liga dos Estados Árabes também têm sede em Roma. E além dele, os escritórios da Organização Internacional para as Migrações e do Alto Comissariado da ONU para os Refugiados.

A nota informativa com o balanço foi divulgada pela sala de imprensa da Santa Sé nesta segunda-feira, 8. Nesse mesmo dia, o Papa Francisco teve o tradicional encontro com o corpo diplomático acreditado junto à Santa Sé. Nessa ocasião, o Papa analisa a atual conjuntura sociopolítica mundial. Ele também deixa suas felicitações aos países com os quais a Santa Sé mantém relações diplomáticas.

Ratificações de acordos em 2020

Em 12 de outubro de 2020, foi assinado o sétimo Acordo Adicional entre a Santa Sé e a República Austríaca à Convenção para o Regulamento das Relações Patrimoniais, de 23 de junho de 1960.

Além desse, foram ratificados outros acordos no ano passado. Em 17 de janeiro, o Acordo-Quadro entre a Santa Sé e a República Democrática do Congo, assinado em 20 de maio de 2016. Em 7 de setembro, o Acordo sobre o Estatuto Jurídico da Igreja Católica em Burkina Faso, assinado em 12 de julho de 2019.

Em 17 de junho, a Santa Sé ratificou, em nome e por conta do Estado da Cidade do Vaticano, a Emenda de Kigali ao Protocolo de Montreal sobre substâncias que empobrecem a camada de ozônio. A Santa Sé havia aderido a essa emenda em 5 de maio de 2008.

Por fim, em 22 de outubro, a Santa Sé e a República Popular da China concordaram em prorrogar, por mais dois anos, a validade do Acordo Provisório sobre a Nomeação de Bispos na China. O acordo foi assinado em Pequim em 2018.

Da Redação, com Boletim da Santa Sé



Cadastre-se e receba as Principais Notícias da Diocese no seu Email